Bio (PT)

nasce em 1978 na Sicilia (Itália). Actualmente vive em Viseu, Portugal.
Inicia as suas primeiras experiências sonoras com a idade de 5 anos, utilizando um gravador Phonola vermelho e preto para gravar sons do ambiente, vozes insólitas, ferro-velho e improvisações. Essas cassetes acabaram perdidas. Aos dez anos inicia o estudo da guitarra e da teoria musical; nos anos da adolescência envolve-se com o rock, com a improvisação e com a música tradicional.
Aos dezoito anos transfere-se para Roma, onde estuda história da música, etnomusicologia, canto, composição, improvisação, harmonia, guitarra e teoria musical em geral. Neste período apaixona-se pela pesquisa vocal e pela música contemporânea. Adicionalmente participa na “primeira antologia de canto popular italiano” dirigida pelo maestro Silvano Spadaccino.
Após o período romano volta à Sicília, fazendo parte de formações Jazz e contemporâneas, ocupando-se de pesquisa etnomusicóloga e da reinterpretação idiossincrática de antigos cantos sicilianos. Interessa-se igualmente pela pesquisa de cantos políticos e sociais italianos. Participa em projectos de música radical com instrumentistas provenientes da área do free-jazz. A partir de 2001 ocupa-se da pesquisa, importação e distribuição de instrumentos musicais profissionais e populares do mundo, maturando uma assinalável experiência no campo das músicas e dos instrumentos não ocidentais. Em 2006, uma sua interpretação fez parte da primeira antologia da música popular Siciliana.
Trabalha em composições e bandas sonoras, colabora com uma produção vídeo e no ano de 2003 inicia o envolvimento em projectos didácticos, desenvolvendo um percurso pessoal de construção de instrumentos musicais e objectos sonoros. Dirige laboratórios em escolas, universidades, etc. relacionados com a construção de objectos sonoros e com a pesquisa de sons do corpo e do ambiente. Gradualmente afasta-se da música num sentido estrito para privilegiar cada vez mais o universo do “som total”.
No seu percurso formativo teórico serviu-se de estudos sobre os “rumori” de Luigi Russolo, o silêncio de John Cage, a música concreta de Pierre Schaeffer e Pierre Henry, da criatividade de Antonin Artaud, até os ensinamentos de harmonia Schoenbergiana e da crítica musical de Theodor Adorno.

Colaborou com:  

Silvano Spadaccino, Giorgio Occhipinti, Miriam Palma, Pino Guarrella, Francesco Branciamore, Maurizio Majorana, Olivia Bignardi, Matteo Gallini, Andrea Tidona, Dario De Filippo, "Valstybinis Jaunimo Teatras" di Vilnius (Lituania), Scuola Giovanile di Stato di Damasco (Siria), Guglielmo Manenti,Carlo Ferreri, Massimo Leggio, Vincenzo Cascone, Giorgio Iacono, Paolo Schembari, Theresa Wong, Filippo Portera, Emanuele Primavera, Dario Sanfilippo Tirriddiliu, Manuela Barile, Rinus Van Alebeek,Nicola Briuolo, Davide Puffo Chimenti, Selvaggia Filippini, aSpirale, Binaural, Noid, Rui Costa, Kamal Sabran, Ana Cordeiro Reis Hyaena Fierling Reich, Pako-P, Maurizio Capisani, Marco Loprieno, Gianni Mimmo, Angelo Contini, Patrizia Lugo, Luca Recchia, Andrea Bolzoni, Eleonora Ravasi, Luca Pissavini, Paolo Sanna, Filippo Ticozzi, Roberto Fega, Erika Sofia Sollo, Sasha Vinci, SEM Scicli, Landscape Choreography, Mare Culturale Urbano, etc.